DOR NA ANCA? PODEMOS AJUDAR!

DOR NA ANCA? PODEMOS AJUDAR!

A Anca é uma articulação fundamental para caminhar, mas com a idade podem surgir dor. Na Clínica Móvel Espregueira Mendes temos tratamentos para a dor na anca sem necessidade de cirurgia.

A articulação da anca é uma estrutura muito importante e que lhe permite caminhar. Tem uma localização profunda rodeada por músculos poderosos. A articulação da anca bem como os músculos e ligamentos envolventes são sede frequente de doença causando incapacidade, isto é, dificuldade em andar e dor.

A dor na anca é mais frequente nos idosos e nos desportistas, especialmente devido aos problemas degenerativos, isto é, de desgaste relacionados com o envelhecimento e às lesões associadas ao desporto, especialmente exercícios de alto impacto, como na corrida e salto

As doenças mais comuns na região da anca são a artrose (desgaste da articulação) e a bursotendinite trocantérica (inflamação) que causam dor na anca.

A artrose da anca representa o desgaste da articulação, é uma doença mais comum em homens ou mulheres com mais de 50 anos e por isso chamamos de patologia degenerativa. O excesso de peso, trabalho físico pesado (ex. Agricultores) ou doença da anca em criança, agravam esta doença.

Se as doenças da anca em criança são difíceis de alterar, o peso é um dos fatores que mais agrava a artrose da anca.
A perda de peso através de uma alimentação equilibrada e variada e prática de exercício físico regular de baixo impacto como a caminhada melhoram a “saúde” da articulação da anca. A diminuição do sedentarismo também ajuda na prevenção da dor na anca.  Por outro lado, correr em superfícies inclinadas ou com irregularidades é também um fator de risco.

Se nas fases iniciais do tratamento da dor na anca podemos usar analgésicos (medicamentos para a dor) ou anti-inflamatórios, calçado bem almofadado para absorver impacto da marcha ou canadiana no braço oposto, numa fase mais avançada poder-se-á recorrer a outras alternativas. Dessas alternativas constam a fisioterapia e tratamentos como a viscossuplementação e o uso de Plasma Rico em Plaquetas. Estes tratamentos são pouco invasivos, de aplicação em consultório e resultam numa significativa da dor na anca e melhoria da mobilidade.

Embora não haja critérios sólidos quanto ao momento ideal de prótese total da anca, poder-se-á considerar, sempre que o doente não consiga dormir, caminhar ou trabalhar após esgotar os tratamentos conservadores mencionados.

A bursotendinite trocantérica é um processo inflamatório que afeta a bolsa serosa e/ou as inserções músculo-tendinosas no grande trocânter do fémur. Predomina em mulheres de meia idade e idosas. A obesidade, diferença de tamanho dos membros e o exercício exigente como a corrida favorecem esta doença. O tratamento é com repouso, relaxantes e anti-inflamatórios numa fase inicial. Em casos mais resistentes, recorre-se à fisioterapia ou ao uso do Plasma Rico em Plaquetas.

A dor referida carateriza-se por a dor na anca poder ser irradiada da coluna lombar, articulações sacroilíacas e órgãos abdominais.  A patologia degenerativa da coluna e da anca coexistem com frequência

Outras causas de dor na anca são a artrite da anca, tendinite dos adutores, entre outras menos comuns.

Caso tenha dor na anca não hesite em tirar as suas dúvidas com os nossos profissionais de saúde especializados.

 

Share this post